100 Degrees of Brazil

100 days project

DAY 27. Dr.Wilson Mello

mello

Orthopedic Surgeon.

__________________ 

English: 

I am an orthopedic surgeon, formed in 1975 from UNICAMP, I did my residence in Orthopedics and Traumatology in the Medical Centre of Campinas Hospital (Centro Médico de Campinas). Later, I  did an internship of 18 months in the United States, leaving nine months in Alfred DuPont Institute in Wilmington Delaware with training in the area of ​​Pediatric Orthopedics and other nine months in Hughston Clinic in Columbus Georgia, training knee surgery and sports traumatology in the years 1980 and 1981. My practice in Brazil focused on knee surgery, which was an area that was starting here. I was President of the Brazilian Society of Knee Surgery in the period from 1994 to 96, I worked in the Education and Training Committee of the Brazilian Society of Orthopedics during 6 years, 4 as an Executive Secretary and as 2 as the President of the Commission during the years 2004 to 2009.

I volunteer at PUC Campinas, as the head of the Knee Group, Department of Orthopedics, where we have a training program in knee surgery with 1 year duration.

I am the President of a studies group in the knee surgery area, Knee Group of Campinas, which has an outstanding activity in medical education. I have a private clinical practice for 28 years and in 2010 we opened a new project of integral attention to the problems of the locomotor system, based on 4 pillars: clinic of orthopedics, physiotherapy clinic, physical activity area with a focus on wellness and a core of clinical studies. The Wilson Mello Institute is located on Dom Pedro Highway and has a flow of 600 to 700 people a week, considering all areas.

__________________

What is your impression about a brand called Brazil?

It is a brand in which I believe and I have invested over the course of my life. Brazil is a country of opportunities, that allowed me to conduct all of my professional development plans.

Unlike other places in the world where all things are already structured, here the ground is virgin, it accepts good plans and hosts innovative ideas. This is good but also has a difficult side: structuring facilities, training professionals, setting legal issues and relations with the public authorities.

Living in Brazil is very good, it’s my country, I feel at home, close to my family and friends. We have problems as a nation: a central Government difficult to understand, laws that may change without a warning, a slow judiciary, which makes justice almost unjust! A political class little committed to national needs, that has greater concern with its political plans rather than the nation as a whole. Corruption is a very negative face in our country, which corrupts the youth, detonates national values. There is a lack of citizenship exercise in our population. We don’t have the vision expressed by Pres. John Kennedy: do not ask what your country can do for you but what you can do for your country.

Would I leave Brazil? NO.

I had this opportunity in the past, I thought a lot about it and decided I would make my life here. There was not a moment that I regretted this decision. Here I was able to grow professionally, I could teach my medical practice and I am sure that I’ve contributed with my country. I made great friends throughout the world, especially medical colleagues in my area. I trained many orthopedic doctors in Brazil who have become my friends.

I would do it all over again!

My desire: to see Brazil recognized worldwide for its vibrant economy, its dedicated political class and educated people, that are CITIZENS. To see justice, citizenship, honor and care for others as a virtue of every citizen and as a value of the nation.

 __________________

Português:

Sou médico ortopedista, formado em 1975 na UNICAMP, minha residência em Ortopedia e Traumatologia no Centro Médico de Campinas. Posteriormente  fiz um estágio de 18 meses nos Estados Unidos, ficando 9 meses no Alfred DuPont Institute em Wilmington Delaware com treinamento na área de Ortopedia Pediatrica e outros 9 meses na Hughston Clinic em Columbus Gerogia, treinando em cirurgia do joelho e traumatologia esportiva nos anos de 1980 e 1981. Minha pratica no Brasil se concentrou na Cirurgia do Joelho, que era uma área que estava iniciando por aqui. Fui presidente da Sociedade Brasileira de Cirurgia do Joelho no período de 1994 a 96, trabalhei na Comissão de Ensino e Treinamento da Sociedade Brasileira de Ortopedia durante 6 anos, sendo 4 como secretário executivo e 2 como presidente da comissão durante os anos de 2004 a 2009.

Sou voluntário na PUC Campinas, como chefe do Grupo do Joelho do Departamento de Ortopedia,  onde temos um programa de treinamento em cirurgia do joelho com duração de 1 ano.
Sou presidente de um grupo de estudos na área de cirurgia do joelho, Grupo do Joelho de Campinas, que tem uma atividade destacada em educação médica.

Tenho uma prática clínica privada há 28 anos e em 2010 inauguramos um novo projeto de atenção integral aos problemas do aparelho locomotor, baseado em 4 pilares: clínica de ortopedia, clínica de fisioterapia, área de atividade física com foco em wellness e um núcleo de estudos clínicos. O Instituto Wilson Mello está localizado na rodovia D Pedro, tem um fluxo de 600 a 700 pessoas por semana considerando todas as áreas.

__________________

Qual é a sua impressão de uma marca chamada Brasil?

É uma marca que acredito e tenho investido ao longo da minha vida. O Brasil é um país de oportunidades, permitiu que realizasse todos os meus planos de desenvolvimento profissional.

Diferente de outros lugares no mundo onde todas as coisas já estão estruturadas, aqui o terreno é virgem, aceita bons planos e acolhe as idéias inovadoras. Isto é bom mas também  tem um lado difícil: estruturar as instalações, formar profissionais, acertar questões jurídicas e as relações com o poder público.

Viver no Brasil é muito bom, é meu país, me sinto em casa, próximo à familiares e amigos.

Temos problemas como nação: um governo central difícil de compreender, leis que podem mudar sem aviso, um poder judiciário lento, o que torna a justiça quase injusta! Uma classe política pouco comprometida com as necessidades nacionais, tem uma preocupação maior com seus planos políticos e não com a nação como um todo. Corrupção é uma face muito negativa no nosso país, corrompe os jovens, delapida os valores nacionais. Falta à nossa população o exercício da cidadania. Não temos a visão expressa pelo Pres. John Kennedy: “não pergunte o que seu país pode fazer por você mas o que você pode fazer por seu país”

Eu mudaria do Brasil? NÃO

Tive esta oportunidade no passado, pensei muito e decidí que faria a minha vida aqui. Não houve um momento em que me arrependi desta decisão. Aqui pude crescer profissionalmente, pude ensinar a minha prática médica e tenho a certeza que contribuí com o meu país. Fiz grandes amigos em todo o mundo, especialmente colegas médicos na minha área de atuação. Treinei muitos médicos ortopedistas em todo o Brasil que se tornaram meus amigos.
Faria tudo de novo!

Meu desejo: ver um Brasil reconhecido em todo o mundo por sua economia vibrante, uma classe política dedicada e um povo educado e CIDADÃO. Ver justiça, cidadania, honra e cuidado com o próximo como uma virtude de cada cidadão e como um valor da nação.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Top 10

%d bloggers like this: